quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Existem milagres fora da Igreja Católica? ...A cereja do bolo! (Rev. Padre Ernesto Javier Cardozo)



Existem milagres fora da Igreja Católica?

...A cereja do bolo!



Em uma de nossas missões, no final da Missa, eu fiz a seguinte pergunta: “Será que Deus pode fazer milagres fora da Igreja Católica?”... E um jovem rapaz, sem muitos estudos, mas aplicando o mais elementar bom senso, respondeu, “Não!”.

Volto a perguntar: “E ... por que não?”...  “Porque a única Igreja verdadeira é a Católica, e se Deus fizesse milagres em outra estaria se contradizendo!”.

Magnífica resposta de homem simples, que ainda raciocina!

Mas não são poucos os que não têm ou não desejam aplicar o bom senso, e desejam encontrar a quinta perna do gato (1), e, não contentes com os argumentos dados dias atrás, precisam de mais argumentações...

Passemos aos princípios...


1º Do Evangelho... “A árvore má não pode dar bons frutos” (2)... Da árvore da ig. Conciliar, da missa nova, do novo catecismo... se pode tirar bons frutos?... Não estão eles bem à vista?

Alguém argumentaria que a “árvore”, a Igreja Católica e a ig. Conciliar são a mesma coisa...

Eles, os modernistas, chamam a si mesmos de “ig. Pós-conciliar ou Conciliar”... Pela confissão das partes, provas são irrelevantes (3)! Eles são uma OUTRA igreja, que encarna a heresia modernista, à qual não se pode aplicar as quatro marcas (4) da Igreja de Cristo... Portanto: a heresia pode dar bons frutos?

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Missas em Ipatinga Dezembro-Janeiro/2016 com Rev. Padre Ernesto Cardozo

 

É uma excelente oportunidade de pedir Missas pelas almas do Purgatório ou outras intenções que se queira ou precise. Falem pessoalmente com o padre!  

(*) Houve um atualização no valor da espórtula. Quem desejar saber, use o formulário no menu, ou o campo de comentários, ou escreva para nós.
  
29/12 Terça-feira - 19:30.
30/12 Quarta-feira - 19:30.
31/12 Quinta-feira - 19:30.
01/01 Sexta-feira - 11h.
02/01 Sábado - 19:30.
03/01 Domingo - 11h.
04/01 Segunda-feira - 19:30.
05/01 Terça-feira - 19:30.
06/01 Quarta-feira - 19:30.
07/01 Quinta-feira - 19:30.
08/01 Sexta-feira - 19:30.
09/01 Sábado - 19:30.
10/01 Domingo - 10h. 

Contato (31)99175529. associacaosantoatanasio@gmail.com
Endereço: Rua Gaivota, n. 31 fundos. Bairro Vila Celeste. 

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

"Aqueles que se atrevem a levar um tiro por Cristo fiquem onde estão. O resto pode sair já."

cristeros


Os cristeros foram um grupo de heróis católicos que resistiram bravamente ao governo ateu e anticlerical do México nas primeiras décadas do século passado. Eles lutavam em defesa da fé e da Igreja e, quando presos e sentenciados à morte, morriam bradando:

VIVA CRISTO REI!
VIVA A VIRGEM DE GUADALUPE!

As missas, naquele contexto de perseguição brutal, eram celebradas clandestinamente. Quando algum padre chegava ao povoado vestido “à paisana”, a informação corria de casa em casa com toda a discrição.

Certa vez, um povoado rural aguardava o sacerdote que viria no fim de semana. Os catequistas, também clandestinos, já tinham preparado grupos para receber o batismo e outros sacramentos. A celebração aconteceria num velho armazém capaz de abrigar algumas centenas de fiéis. No domingo de manhã, o depósito estava abarrotado com 600 pessoas.

De repente, o inesperado: entram no local dois homens uniformizados e armados.

Um deles levanta a voz e declara:

“Aqueles que se atrevem a levar um tiro por Cristo fiquem onde estão. O resto pode sair já! As portas vão ficar abertas só durante 5 minutos”.

Imediatamente, vários integrantes do coral se levantaram e saíram. Alguns diáconos também foram embora, seguidos pela maior parte dos fiéis. Em menos dos 5 minutos, apenas 20 pessoas dentre os 600 paroquianos tinham permanecido no recinto.

O militar que tinha falado olhou então para o sacerdote e disse:

“Muito bem, padre. Eu também sou cristão e já me desfiz dos hipócritas. Pode continuar a celebração”
____________________

A partir de relato de Gilberto Gomes Barbosa, em “Histórias que Evangelizam

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

OBEDIÊNCIA INTELIGENTE

Encaminho o seguinte texto que no final contém um video antigo de Dom Williamson. O texto vem dos EUA. É livre divulgação e publicação nos blogs para quem quiser faze-lo.

E prestem atenção ao vídeo. Dom Williamson espera de nós uma obediência INTELIGENTE.

Não devemos acreditar pq ele diz algo mas pq este algo é segundo a Fé. E sabemos isso ESTUDANDO A DOUTRINA. Nem ele nem a FSSPX (diz) querem vaquinhas de presépio que dizem amem aos superiores sem questionar!!!! OUÇAM!!!

É preciso ativar a legenda.

A partir do minuto 2:45!!!!


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

PODE HAVER MILAGRES FORA DA IGREJA CATÓLICA?




Por causa dos 3 últimos Eleyson, desatou-se uma polêmica que pode se concentrar sobre a questão: Pode haver milagres na Igreja pós-conciliar?

É interessante notar que os modernistas são sumamente propensos a negar os milagres das Sagradas Escrituras, dos Santos etc. (Dz 1707 – 1813), mas quando se trata de “milagres” que favorecem as canonizações de seus santos, os “milagres” operados dentro de grupos carismáticos, como curas, dons de verborragia indecifráveis, ou “milagres eucarísticos” ocorridos em missas novas, como o de Lourdes, Florência, Portugal ou Buenos Aires, aquela rejeição ao sobrenatural se esvai, deixando crescer uma suma credibilidade; sobre isto devemos recordar que “...surgirão falsos Cristos, (eucarísticos também?)... e obrarão grandes sinais e prodígios, até enganar (se for possível) até aos escolhidos. Já estais prevenidos (Mat. 24-20ss). Portanto, toda prevenção é pouca neste tempo que vivemos, e dar crédito fácil a aparições e pseudo-milagres é, pelo menos, uma imprudência grave.

1º. Foi levantado se há consagração nas missas novas, a respeito disso sabemos que não se pode sustentar que todas as missas novas sejam inválidas, enquanto se mantenham as condições necessárias: ministro válido, fórmula precisa etc., condições estas cada vez menos frequentes. Mas centremos o assunto no essencial... Pode haver milagres na missa nova? E, mais concretamente, se pode dar crédito ao “milagre eucarístico” de Buenos Aires?

Convenhamos que o verdadeiro milagre provém de Deus, e é um sinal certíssimo de origem divina de nossa religião (cf. Juramento Antimodernista. Dz 2145), ou seja, é dado o milagre aos fiéis para confirmar, provar, fortalecer nossa Fé, portanto, qualquer outro prodígio seja de origem natural, artifício humano ou demoníaco, nos afasta da Verdadeira Igreja de Cristo (Falsas aparições, onde se confirmam erros como o ecumenismo, episódios como o de Simão Mago etc.); e que Deus as permite para nos testar na Fé e no amor a Sua doutrina e à Sua única Igreja.

Sabemos que, desde o CVII, a Igreja de Cristo está sendo parasitada, ocupada por uma nova igreja, autoproclamada pós-conciliar, ou igreja nova; com novas doutrinas como o ecumenismo, a liberdade religiosa, a colegialidade, novos sacramentos como os dados entre os carismáticos, novos catecismos (que ensinam entre outros erros que temos um mesmo Deus com os judeus e os muçulmanos), com o Pai Nosso novo, onde “as ofensas” apagam o sentido do Purgatório, onde a missa nova – confeccionada, entre outros, por 6 pastores protestantes – tem por fim já não mais a Glória de Deus Uno e Trino, mas o ecumenismo. Pois bem, um “eventual milagre”, em uma tal missa, que objetivo tem senão o de dar credibilidade a toda esta nova igreja, a seu concílio nefasto e a seus princípios errôneos?

Vemos os modernistas se esforçarem em canonizar “santos” que em outras épocas teriam sido condenados como hereges; vemos os esforços por fazer passar por santos os Papas do CVII, é uma evidência escandalosa, e agora pretender canonizar a missa nova com este suposto milagre? Não ensina o Divino Mestre que a árvore má não pode dar bons frutos?... Para que retorcer argumentos? Ou por acaso a missa de Bugnini (1) agora se tornou boa? Onde ficaram as 60 razões para não assistir à missa nova?,... por que, se nela há milagres, porque não assisti-la? “Que nosso falar seja sim, sim, não, não, o que passar disto vem do demônio...”. Mt. 5-37.

No dia de hoje, Festa da Imaculada Conceição de Maria Santíssima, os sacerdotes da U.S.M.L. fizeram na França, o que nós já proclamamos nestes meses anteriores nas Missões a nosso cargo, desde o México até a Argentina: a rejeição total e absoluta do CVII; é também em razão disto que não podemos aceitar que esta missa nova possa ser causa ou fonte de supostos milagres.

Para terminar, lembrem-se que esta nova igreja não há as notas de Una, Santa, Católica e Apostólica, .... a nota de Santidade nos marca que os milagres são próprios da Igreja Católica. Não há milagres eucarísticos na Igreja Ortodoxa, nem na Vetero-Católica, menos ainda poderá havê-los na modernista, em razão de que nela senhoreia a heresia modernista, que é a soma de todas as heresias, no dizer de São Pio X; e se alguém encontra algum milagre, é tão falso como o corpo “incorrupto” de João XXIII (cujos médicos testemunharam que havia sido embalsamado), ou os “milagres” do processo de beatificação-canonização do tal Escrivá de Balanguer, que nunca se retratou de “amar apaixonadamente o mundo”, entre outras coisas...!  

A título de conclusão: não pode haver milagres fora da Igreja Católica porque:

A) A árvore ruim não pode dar bons frutos (Mt 7-17); a árvore ruim da nova igreja, da nova missa não pode dar milagres verdadeiros.
B)  Os verdadeiros milagres se dão como uma consequência da nota de Santidade da única Igreja fundada por Cristo, a Católica, fora da qual NÃO há salvação, portanto, qualquer feito prodigioso, preternatural, sucedido fora desta Igreja, deve ser atribuído a forças naturais, artifícios humanos ou enganos do Maligno.
C) Qualquer outra dúvida, recomendo ler a Suma Teológica de Santo Tomás II-II-178, ou consultar os monges dominicanos de Avrillè

Humahuaca, Jujuy (Argentina), na  Festa da Imaculada Conceição de Maria – 08/12/2015

E. Cardozo





(1)       P. Anibal Bugnini, o coautor da Nova Missa por ordem de Paulo VI, disse, referindo-se à missa nova: “trata-se de uma restauração fundamental, eu diria quase uma mudança total e, em certos pontos, de uma nova criação”.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Comunicado dos Padres da USML para o dia 8 de dezembro de 2015

Por ocasião do 50º aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II (8 de dezembro de 1965), os Sacerdotes da União Sacerdotal Marcel Lefebvre desejam reafirmar a sua “categórica rejeição”desse funesto concílio e de “todas as reformas dele derivadas”. (Mons. Lefebvre, Declaração de 21 de Novembro de 1974 [vide abaixo].)

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

50 provas bíblicas de que São Pedro foi o primeiro papa.

Fonte: Site “Mirror of Truth”
Tradução: Carlos Martins Nabeto

A doutrina católica do Papado está baseada na Bíblia e é derivada da evidente primazia de São Pedro entre os Apóstolos de Cristo. Como todas as doutrinas cristãs, esta também experimentou um desenvolvimento através dos séculos, mas não perdeu seus componentes essenciais que já existiam na liderança e prerrogativas de São Pedro. Tudo isto foi dado a ele pelo próprioo Senhor Jesus Cristo, como reconheceram seus contemporâneos e foi aceito pela Igreja primitiva. Os dados bíblicos petrinos são evidentes e convincentes pela virtude de seu peso cumulativo. Tal peso é especialmente claro conforme vemos nos comentários bíblicos; seguem-se, assim, as evidências da Sagrada Escritura:
1. Mt 16,18:  “Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja, e as portas do Inferno nunca prevalecerão contra ela”.
A pedra (“petra”, em grego) aqui se refere ao próprio São Pedro e não à sua fé ou a Jesus Cristo. Cristo aparece aqui não como o fundamento, mas como o arquiteto que “edifica”. A Igreja é edificada não sobre confissões, mas sobre confessores – homens vivos (v., p.ex., 1Pd 2,5). Hoje, o consenso comum da grande maioria dos pesquisadores e comentaristas bíblicos favorece esta dedução católica tradicional. Aqui diz-se que São Pedro é a pedra-fundamental da Igreja, tornando-o cabeça e chefe da família de Deus (isto é, a semente da doutrina do papado). Além disso, “pedra” expressa uma metáfora aplicada a ele por Cristo em um sentido análogo ao do Messias sofredor e desprezado (1Pd 2,4-8; cf. Mt 21,42). Sem um fundamento sólido qualquer casa desaba. São Pedro é o fundamento, mas não o fundador da Igreja; é o administrador, mas não o Senhor da Igreja. O Bom Pastor (Jo 10,11) nos dá outros bons pastores (Ef 4,11).

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

FIM DE SEMANA NA CAPELA CRISTO REI: MISSAS, ADORAÇÃO AO SSMO E AUDIO-VISUAL


Eu vim trazer fogo sobre a terra.
Nosso Senhor Jesus Cristo. Lc XII , 49.

“Se eu pudesse meter no coração de toda a gente o lume que tenho cá dentro do peito e a fazer-me gostar tanto do Coração de Jesus e do Coração de Maria...” Jacinta de Fátima, com 7 anos de idade.


HOJE, 06/11, PRIMEIRA SEXTA-FEIRA DO MÊS:

Santa Missa às 19:30 seguida de Exposição do SSmo com oração do Terço e Ato de Desagravo ao Sagrado Coração de Jesus.

AMANHÃ, 07/11, PRIMEIRO SÁBADO DO MÊS:

Santa Missa às 18:30.

DOMINGO, 8/11:

Santa Missa às 19:00 seguida de áudio-visual sobre Lisboa (Uma viagem a Lisboa).


PRÓXIMA SEMANA:
Segunda-feira 09/11 - às 19:30.Terça-feira 10/11 - às 19:30.Quarta-feira 11/11 - às 19:30.Quinta-feira 12/11 - às 19:30.Sexta-feira 13/11 - às 19:30. Sábado 14/11 - às 19:30.Domingo 15/11 - às 10:30.



Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!



Devoção às primeiras sextas:


“Eu prometo, na excessiva misericórdia do meu Coração, que meu amor onipotente concederá a todos os que comungarem durante nove primeiras-sextas feiras do mês seguidas, a graça da penitência final; 

não hão de morrer em pecado e sem receber os sacramentos, servindo-lhes meu Coração de asilo seguro naquele último momento.”

-Nosso Senhor à Santa Margarida Maria Alacoque





Devoção aos primeiros sábados:


"Olha, minha filha - disse-lhe a Virgem Maria - o meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam com blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar, e dize que todos aqueles que durante cinco meses, no primeiro sábado:

se confessarem;
* receberem a Sagrada Comunhão;
* rezarem um terço e;
* Me fizerem quinze minutos de companhia meditando em um ou vários mistérios do Rosário com o fim de Me desagravar
.

Eu prometo assisti-los na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas."

terça-feira, 3 de novembro de 2015

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Monsenhor Lefebvre: resumo ao cardeal Ratzinger.





Arcebispo Marcel Lefebvre
4 de Outubro de 1987


"Eu resumi ao Cardeal Ratzinger: que mesmo se você conceder-nos um Bispo, mesmo se conceder-nos uma certa autonomia para os Bispos, mesmo se conceder-nos a Liturgia de 1962 em sua plenitude, mesmo que você permita-nos continuar com o Seminário e a Fraternidade da forma que ela funciona no momento; nós não colaboraremos! Isto é impossível! Impossível! Porque nós trabalhamos em direções diametralmente opostas. Você trabalha para a descristianização da sociedade, do ser humano e da Igreja. Nós trabalhamos para a Cristianização! Isto é lógico: Roma perdeu a Fé meus senhores amigos! Roma se encontra em Apostasia! Isso não são palavras vãs, apenas digo-lhes a verdade. Roma está em apostasia! Já não se pode confiar neles. Eles abandonaram a Igreja! Eles abandonaram a Igreja! Eles abandonaram a Igreja! Isso é absolutamente certo."

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Dia dos Fiéis Defuntos, 02/11/15 (Programação) - Missão Cristo Rei - Ipatinga/MG

Todos estão convidados.


Salmo De Profundis

            


De profundis clamavi ad te, Domine; Domine, exaudi vocem meam. Fiant aures tuæ intendentes in vocem deprecationis meæ. Si iniquitates observaveris, Domine, Domine, quis sustinebit? Quia apud te propitiatio est; et propter legem tuam sustinui te, Domine. Sustinuit anima mea in verbo ejus: Speravit anima mea in Domino. A custodia matutina usque ad noctem, speret Israël in Domino. Quia apud Dominum misericordia, et copiosa apud eum redemptio. Et ipse redimet Israël ex omnibus iniquitatibus ejus.

Requiem aeternam dona eis, Domine,
et lux perpetua luceat eis.
Requiescaant in pace.
Amen.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

MONSENHOR LEFEBVRE: SOBRE CRISTO REI E NOSSAS RELAÇÕES COM ROMA



NON POSSUMUS


Mons. Lefebvre, conferencia em Sierre (Suiça) em 27 de novembro de 1988, extraído de Fideliter n° 89 (Setembro de 1992) p.12: 

“É a apostasia geral, é por que nós resistimos, mas as autoridades querem que aceitemos isso. Quando discuti com eles em Roma, queriam que eu reconhecesse a liberdade religiosa como o cardeal Bea. Mas eu disse não. Eu não posso. Minha fé é aquele da cardeal Ottaviani fiel a todos os papas e não a essa doutrina nova e condenada.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Nossa Posição

Monsenhor Marcel Lefebvre



"Não posso falar muito do futuro, já que o meu está atrás de mim. Porém, se vivo um pouco ainda, e supondo que daqui a determinado tempo Roma nos chame, que queira voltar a ver-nos, retomar o diálogo, nesse momento seria eu quem imporia condições. Já não aceitarei estar na situação em que nos encontramos durante os colóquios. Isso terminou.

Eu apresentaria a questão no plano doutrinal: Estais de acordo com as grandes Encíclicas de todos os Papas que vos precederam? Estais de acordo com a Quanta Cura de Pio IX, com a Immortale Dei e a Libertas de Leão XIII, com a Pascendi de Pio X, com a Quas Primas de Pio XI, com a Humani Generis de Pio XII? Estais em plena comunhão com estes Papas e com suas afirmações? Aceitais ainda o Juramento Anti-modernista? Sois a favor do Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo?

Se não aceitais a Doutrina de seus antecessores, é inútil falarmos. Enquanto não tiverdes aceitado reformar o Concílio considerando a doutrina destes papas que vos precederam, não há diálogo possível. É inútil.

As posições ficariam, assim, mais claras.
Não é algo pequeno o que nos opõeNão basta que nos seja dito: podem rezar a missa antiga, mas é necessário aceitar isto. Não, não é somente isso o que nos opõe, é a Doutrina. Está claro." (Monsenhor Marcel Lefebvre na "Entrevista concedida a Fideliter Nº 66", novembro-dezembro de 1988)

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Papa Pio XI - Encíclica Quas Primas, sobre a Festa de Cristo Rei

ENCÍCLICA DO SANTO PADRE PIO XI

QUAS PRIMAS

sobre a Festa de Cristo Rei 


Aos Veneráveis Irmãos Patriarcas, Primazes, Arcebispos, Bispos e Outros Ordinários em paz e comunhão com a Sé Apostólica: sobre Cristo Rei.

Veneráveis Irmãos, saúde e bênção apostólica.

INTRODUÇÃO.

1. Na primeira Encíclica, dirigida, em princípios do nosso Pontificado, aos Bispos do mundo inteiro, indagamos a causa íntima das calamidades que, ante os nossos olhos, avassalam o gênero humano. Ora, lembra-nos haver abertamente declarado duas coisas: uma — que esta aluvião de males sobre o universo provém de terem a maior parte dos homens removido, assim da vida particular como da vida pública, Jesus Cristo e sua lei sacrossanta; a outra — que baldado era esperar paz duradoura entre os povos, enquanto os indivíduos e as nações recusassem reconhecer e proclamar a Soberania de Nosso Salvador. E por isso, depois de afirmarmos que se deve procurar "a paz de Cristo no reino de Cristo", manifestamos que era intenção nossa trabalhar para este fim, na medida de nossas forças. "No reino de Cristo", — dizíamos; porque, para restabelecer e confirmar a paz, outro meio mais eficiente não deparávamos, do que reconhecer a Soberania de Nosso Senhor. Com o correr do tempo, claramente pressentimos o raiar de dias melhores, quando vimos o zelo dos povos em acudir, — uns pela primeira vez, outros com renovado ardor, — a Cristo e à sua Igreja, única dispensadora da salvação: sinal manifesto de que muitos homens, até o presente como que desterrados do reino do Redentor, por desprezarem sua autoridade, preparam, ainda bem, e levam a efeito sua volta à obediência.

50 Razões Bíblicas de que Pedro foi, de fato, o primeiro Papa


PALE IDEAS


50 Razões Bíblicas de que Pedro foi, de fato, o primeiro Papa



É o próprio Cristo quem dá a Pedro (Mt 16,18) o título e os poderes de primeiro Papa. Mas podemos analisar outros fato que corroboram esta verdadeEstes 50 pontos não são necessários para provar o primado Petrino, eles apenas evidenciam a importância de Pedro e a relevância e a preeminência em relação aos demaispersonagens dos Evangelhos.    

Carta ao Sínodo e a Francisco: UM FORTE APELO AO PAPA E OS BISPOS NO SÍNODO

UM FORTE APELO AO PAPA E OS BISPOS NO SÍNODO



“A missão da Igreja é a de salvar as almas. O mal, neste mundo, provém do pecado, e não da desigualdade de renda nem das mudanças climáticas “. A tradução é nossa[do original, em italiano].

 

dra. Anca-Maria Cernea no Sínodo

A doutora Anca-Maria Cernea, uma médica do Center for Diagnosis and Treatment - Victor Babes (Centro de Diagnóstico e Tratamento - Victor Babes) e Presidente da Associação dos Médicos Católicos de Bucareste (Romênia), apresentou ao sínodo, aos 16 de outubro, o seguinte apelo ao Papa Francisco e aos padres sinodais:

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

"O CRISTÃO NASCEU PARA A LUTA". (S.S. Leão XIII)





"Retirar-se frente o inimigo ou calar quando por todas partes se levanta um incensante clamor para oprimir a verdade, é atitude própria ou de homens covardes ou de homens inseguros da verdade que professam. A covardia e a dúvida são contrárias a salvação do indivíduo e a segurança do Bem Comúm, e proveitosas unicamente para os inimigos do cristianismo, porque a covardia dos bons fomenta a audácia dos maus. O cristão nasceu para a luta".

RETIRO DE INGRESSO NO SEMINARIO DA USML




Mons. Faure, os P.P. Pivert e Salenave, pregaram um agradável retiro de ingresso (os exercícios de Santo Inácio) no priorado de Villeneuve aos jóvens seminaristas do Seminário São Luiz Maria. Durante a Missa de clausura, Mons. Faure alertou estas almas generosas a continuar o combate da Fé, a seguir sem falta o caminho traçado por Mons. Lefebvre e a permanecer de pé, com as armas na mão, contra a Roma modernista.

Rezemos por estes valentes entre os valentes para que todos eles perseverem em sua vocação.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

domingo, 6 de setembro de 2015

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Dois anos de Apostolado da Oração da Missão Cristo Rei - Ipatinga/MG

02 de Agosto de 2015

No último domingo, o Apostolado da Oração da Missão Cristo Rei completou dois anos de história. Em 2013, em meio as tribulações próprias de um grupo resistente, ou seja, diante de perseguições e incompreensões, encontramos o nosso refúgio e companhia no Sagrado Coração.

Na época, dois fiéis, Marcos e Daniel, estudaram a devoção profundamente e a apresentaram ao grupo. Que descoberta! Ainda desorientados, após a recente renúncia do modernismo religioso, ficamos encantados com essa pia devoção. Como não se maravilhar com o “O Coração que tanto amou os homens”?

Em 02 de Agosto de 2013, o Rev. Pe. Cardozo celebrou as cerimônias de fundação, assinou as atas, e, sob a direção do zelador Marcos Maria, o apostolado começou suas obras. Hoje, dois anos depois, com a direção do zelador Thiago Maria, continuamos ininterruptamente os trabalhos.

O apostolado encaixou como luva na Missão Cristo Rei. Na verdade, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus é própria das obras contrarrevolucionárias e tradicionalistas. Jesus, ao mostrar seu Divino Coração cercado de espinhos, encimado por uma Cruz e tomado pelas chamas do amor vocaciona as almas a lutarem pelo Reinado do Divino Monarca. Os camponeses da Vendeia,o gigante Garcia Moreno e os mártires cristeros são exemplos disso.  

Hoje, podemos dizer que o AO é o fundamento principal da Missão Cristo Rei; é a nossa “grande arma” na luta pela salvação das almas. O vermelho da fita do apostolado ganhou espaço em nossas Missas, adorações e missões. Deo Gratia! O nosso desejo é que uma multidão de almas conheça essa pia devoção e se unam a nós “ao menos” no precioso “Oferecimento Diário”.

Aos interessados, leia AQUI um resumo da devoção e, se quiserem se associar, envie um e-mail para nosso zelador: thiagomaria.spx@gmail.com


As senhoras Carla D'amore e sua mãe Gíulia D'amore receberam as fitas do Apostolado neste domingo, dia 02 de Agosto